São José dos Campos inaugura primeira loja Iódice no Vale com a presença de Valdemar Iódice

foto valdemar (1)

Quem desembarca em São José dos Campos, Shopping CenterVale, no próximo dia 21, quinta-feira, é o estilista e empresário Valdemar Iódice, que além de figura conhecidíssima na mídia nacional por seu trabalho frente a uma das mais importantes marcas brasileiras, também é presidente da Associação de Estilistas Brasileiros (Abest). Ele vem inaugurar a primeira loja Iódice no Vale do Paraíba.

Valdemar é o homem que propaga a moda brasileira no exterior. Este ano criou o Projeto + Beach Wear, para estimular a participação de marcas de beach wear em feiras de negócios de moda, além da fronteira verde e amarela. “Na realidade, o que acontece é que temos um País com dimensão litorânea tão grande, que todo esse lifestyle e feminilidade da mulher brasileira, faz com que a moda praia tenha um destaque muito forte em relação a outros países no mundo”, diz.

A Abest vem fazendo um trabalho internacional forte de promover a moda praia tanto em Paris, como nos desfiles de Miami, que é uma das maiores feiras que eu conheço especializada em beach wear. A diversificação do produto brasileiro oferecido faz com que a gente cresça nesses eventos”, afirma o estilista.

Na frente da Iódice, Valdemar é diretor de estilo e de marketing da grife que desfila no São Paulo Fashion Week, desde 1996, tem sete lojas próprias no Brasil, agendadas nove inaugurações em 2013, além de 800 clientes multimarcas das linhas Iódice e Iódice Denin. Há ainda dois showrooms Iódice nos Estados Unidos, um em Los Angeles e outro em pleno bairro do Soho, em Nova York. Há ainda dois showrooms Iódice nos Estados Unidos, um em Los Angeles e outro em pleno bairro do Soho, em Nova York.

As pessoas do Vale são antenadas, conhecem o que é qualidade, sofrem muita influência na forma de se vestir da capital e São José é o principal mercado hoje na região.

Eu dou o tema da coleção e a equipe de estilo desenvolve estamparia, modelagem e eu aprovo ou não, mas se tem uma coisa pela qual eu tenho carinho é o posicionamento d a marca.” Para Valdemar, O DNA da Iódice exala sensualidade. Os cocktail dresses vestem mulheres sofisticadas, de silhueta marcada.

O estilista também se ocupa em propagar a moda brasileira internacionalmente. A Iódice já esteve no line -up da Semana de Moda de Nova York. “Há dois anos, quando a crise apareceu eu decidi sair. O mercado internacional não é o meu foco no momento, já vivi isso. Talvez volte em outro momento. Agora eu quero conquistar o Brasil”.

desfile-iodice-spfw-verao2013-04

Foto: Giovanna Montenegro

A expertise de quem quer dominar primeiro o Brasil divide a Iódice em duas. A linha sofisticada, que pinta sedas com grafismo e borda de paetês peças inteiras, por exemplo, e a linha mais casual, a Iódice Denim tem linha feminina e masculina que teve como garota propaganda a nora de Valdemar, Adriane Galisteu, a qual aliás tem todo o estilo da marca. “O Brasil inteiro conhece a Adriane, onde você for, todo mundo sabe quem ela é, e é uma mulher linda”, resume.

A Iódice surgiu em 1987 com uma produção industrial de malharia, mas só uma década depois encontrou sua verdadeira identidade, explorando acessórios fashion, utilizando couros e tricô.

desfile-iodice-spfw-verao2013-08

Foto: Giovanna Montenegro

O primeiro desfile, que aconteceu em 1995 no estúdio cinematográfico Adrenalina, em São Paulo, marco de uma guinada e da entrada da Iódice no badalado mundo dos circuitos da moda.

A partir daí veio uma seqüência ininterrupta de 17 desfiles. Em 1996, a marca estreava no Morumbi Fashion, precursor do São Paulo Fashion Week, onde passaria a lançar suas coleções. Em 1997, com o desfile “Universo da Dança”, Valdemar Iódice finalmente cristalizou as mudanças em sua empresa, imprimindo, segundo ele, uma personalidade para a grife.

A Iódice desenvolve uma moda jovem streetwear, mantendo-se fiel a um conceito de simplicidade de formas e cores. Nas coleções masculinas, a combinação básica jeans e camiseta dá o tom. No feminino, roupas leves com tecidos finos e drapeados.

Dois pontos altos do processo de personalização da Iódice foram o lançamento de uma loja de 500 metros quadrados no quadrilátero mais glamouroso da rua Oscar Freire, em São Paulo, e mais recentemente a reinauguração da loja do Shopping Iguatemi, também na capital paulistana. Nessas lojas, são encontradas as peças da linha Rouge, assinadas pelo próprio Valdemar Iódice.

A marca também exporta para a Europa. Uma linha de camisetas estampadas com palavras que remetem à língua portuguesa como “caipirinha”e “saudade” foi criada especialmente para o mercado italiano.

No início de 2004, Iódice desenvolveu uma camiseta especial para a campanha “O Câncer de Mama no Alvo da Moda”, em uma iniciativa conjunta com o São Paulo Fashion Week. A camiseta foi vestida pela apresentadora Xuxa e muitas outras estrelas.

A roupa da Iódice agrada de Norte a Sul do País, sem perder a identidade. Que mulher não gosta de uma blusa de seda, de uma calça que acompanha a silhueta do corpo e fica skinny na perna?”, explica Valdemar. “Agora eu vou te dizer qual é o segredo do sucesso de 25 anos da Iódice: o jersey. Sempre vendemos isso. É minha mulher até hoje quem corta essas peças”.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Deixe um comentário